Buscar

Corregedor-geral entrega novo Código de Normas e Procedimentos a representantes do Extrajudicial


Em perfeita sintonia e clima de cordialidade, o corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, procedeu nesta segunda-feira (25) a entrega presencial do novo Código de Normas e Procedimentos do Extrajudicial a seis cartorários que representaram a categoria. O novo código, elaborado e reformulado de forma detalhada e ampla, dá a diretriz aos notários e registradores de como agir nas mais diversas situações com orientações e informações precisas sobre cada assunto delineado e afeto ao âmbito do Extrajudicial.

Satisfeito com os resultados positivos obtidos nesta gestão e o estreitamento dos laços com os representantes dos cartórios extrajudiciais, o corregedor-geral fez questão de agradecer pessoalmente os cartorários pela parceria e pelo empenho na melhora dos serviços prestados à sociedade, especialmente no ano de 2020, com o avanço, a complexidade, e o isolamento social impostos pela Covid-19. Sobre o código de normas, Kisleu Dias Maciel Filho afirmou ser um passo fundamental no trabalho de auxílio e orientação aos cartorários. “Atribuo esse excepcional trabalho com o Extrajudicial como vitorioso, um avanço sem precedentes nessa área em Goiás. Procuramos trabalhar com harmonia, união de forças, de forma sempre pacífica, visando o bem social. Só tenho a agradecer o esforço e a dedicação de cada um de vocês”, enalteceu. Reforçando a fala do corregedor-geral, o juiz Algomiro Carvalho Neto, auxiliar da CGJGO falou um pouco sobre a alegria e satisfação de manter um relacionamento mais próximo com o Extrajudicial e destacou que o resultado final com salto tão efetivo e promissor só foi possível graças ao esforço conjunto da Corregedoria, lado a lado, com os representantes da classe na tomada de todas as decisões principalmente com o advento do período pandêmico. A seu ver, o código vem corroborar esse importante e profícuo trabalho desenvolvido neste Biênio 2019/2021. “Essa convivência tão próxima e harmônica tornou nosso serviço mais prazeroso, leve. A fluidez com que as coisas aconteceram e se resolveram é gratificante e levarei essa experiência por toda a vida. Quanto ao código, o Extrajudicial ganha um importante norte e não terá mais necessidade de fazer consultas constantes a Comissão de Atos Normativos, ou seja, o serviço se torna mais facilitado e acessível. O código é bem moderno e sua elaboração e escrita são primorosos, pois foi submetido a uma comissão muito competente”, enfatizou.Todos os cartorários presentes fizeram manifestações favoráveis com relação a forma equilibrada, célere e coesa, acerca da condução dos trabalhos nesta gestão e elogiaram o código de normas que passará a direcioná-los a partir de agora.

“Tenho convicção de que esse excelente trabalho não beneficia somente a nós ou nossos funcionários, mas a sociedade como um todo. Tivemos todo o amparo necessário da Corregedoria conduzida com maestria e brilhantismo pelo desembargador Kisleu Dias Maciel Filho e pelo juiz Algomiro Neto que sempre nos ajudou, orientou, compreendeu as dificuldades e mais importante, nos incentivou a superá-las. Quase 100% das nossas sugestões foram acatadas para a produção do novo código. Só temos elogios a essa gestão e a todas as equipes da Corregedoria que nos acompanharam nesses dois anos, pois nunca, em tempo algum, recebemos tanto apoio, amparo e orientação”,

- Frederico Junqueira Presidente do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil - Seção Goiás (IEPTB-GO).


Também estiveram presentes Rui Gama da Silva, secretário-geral da CGJGO, Sérgio Dias dos Santos Júnior, diretor de Correição e Serviços de Apoio da CGJGO, Ubiratan Alves Barros, assessor de Orientação e Correição da CGJGO e a assessora correicional Suzana Estevam de Almeida Alvarenga. Participaram ainda da reunião Guerreiro Arco de Melo, representando Igor França Guedes, presidente da Associação de Titulares de Cartórios (ATC), Colégio Registral Imobiliário de Goiás (Cori) e Sindicato dos Notários e Registradores (Sinoreg-GO); Bruno Quintiliano Silva Vieira, presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Goiás (Arpen-GO); Naurican Ludovico Lacerda, do Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Estado de Goiás (IRTDPJ), Alex Valadares Braga, presidente do Colégio Notarial do Brasil- Seção Goiás, e Pedro Ludovico Teixeira Neto, presidente da Associação dos Notários e Registradores. (Texto e fotos: Myrelle Motta - Diretora de Comunicação Social da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Edição de imagem: Hellen Bueno - Diretoria de Planejamento e Programas da CGJGO)

15 visualizações0 comentário